Resultados Positivos
22/08/18 15:30

Jungheinrich: Resultados positivos pelo 9º ano consecutivo

Em 2020, a meta é que a Jungheinrich alcance a marca de 4 bilhões de euros em receita.

São Paulo, março de 2019 – A Jungheinrich registrou em 2018 forte crescimento. Apesar dos desafios econômicos e geopolíticos, a empresa realiza passos significativos em busca de seu objetivo estratégico: atingir a marca de 4 bilhões de euros em receita no ano de 2020.

Em 2018, o EBIT da Jungheinrich saltou de 16 milhões para 275 milhões de euros. Os novos negócios em equipamentos firmados na Europa e na Ásia e as novas soluções em sistemas de logística contribuíram fortemente para o desempenho positivo da companhia.

“Em 2018, a Jungheinrich cresceu significativamente pelo nono ano consecutivo. Nossa estratégia está funcionando. Esse importante crescimento é resultado de soluções inovadoras e de um posicionamento estratégico eficaz. No ano passado, lançamos nossa primeira empilhadeira retrátil totalmente integrada com a bateria de lítio e um modelo mais potente de transelevador para peças pequenas. Além disso, estamos construindo nossa expertise em energia. Praticamente todas as máquinas vendidas em 2018 são movidas a bateria de alta performance”, afirma Hans-Georg Frey, presidente do Conselho de Administração da Jungheinrich AG.

O mercado global de equipamentos para movimentação de materiais obteve um crescimento de 10%, com 143 mil unidades em atividade em 2018. Cerca de 40% desse resultado foi atribuído ao aumento nos pedidos do mercado chinês. Os outros 38% foram atribuídos a crescente demanda europeia. O crescimento nas encomendas de equipamentos para armazenagem teve um impacto decisivo na evolução do mercado.  Pouco mais da metade do crescimento de 4% no volume destinado a América do Norte se deveu à grande procura por empilhadeiras a combustão. A demanda de pedidos na Europa, principal mercado da Jungheinrich, subiu 11%.

Foram encomendadas 131 mil novas unidades, tanto empilhadeiras novas quanto equipamentos para locação de curto prazo. Esse montante representa um aumento de 6% em relação a 2017. O valor dos pedidos recebidos, que incluem vendas de equipamentos novos, locação de curto prazo, máquinas usadas e serviços de pós-venda, chegou a 3,971 milhões de euros. Mais de 20% desse valor corresponde ao aumento na demanda por soluções de sistemas de logística. Os pedidos de novos equipamentos já em andamento atingiram a marca de 907 milhões de euros em 2018.

Noventa e sete por cento dos novos equipamentos (transpaleteiras, selecionadoras de pedidos, empilhadeiras patoladas, contrabalançadas elétricas e etc.…) produzidos em 2018 pela Jungheinrich são movidos a bateria. Inclusive, houve aumento de 12% na fabricação de empilhadeiras contrabalançadas elétricas com bateria de chumbo ácido - mais de 22 mil unidades.

A receita do grupo superou a cifra do ano anterior em 11%, e alcançou o pico histórico de 3,796 bilhões de euros. Deste total, 87% foi atribuído às operações na Europa. O crescimento de receita no continente europeu foi impulsionado principalmente pelos mercados da Alemanha, Itália, Polônia, Áustria e República Tcheca. Já a receita gerada fora da Europa foi de 500 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 20% e uma participação geral na receita do Grupo Jungheinrich de 13%.

No campo da contratação, a Jungheinrich fechou 2018 com 17.877 colaboradores no mundo, um aumento de 10% em comparação a 2017. Os escritórios da empresa na França, Alemanha, Espanha, Itália e Polônia registraram o maior número de novos funcionários. O destaque também aconteceu na América do Sul, onde foram contratadas 257 pessoas.

2019 - Este ano, a Jungheinrich registrou uma performance positiva nos dois primeiros meses (janeiro e fevereiro). Os pedidos recebidos por valor aumentaram 14% no primeiro bimestre de 2019 em comparação ao mesmo período do ano anterior (de 584 milhões para 663 milhões de euros). Já os pedidos recebidos por unidade subiram 4%, e a receita, 9%, passando de 562 milhões para 613 milhões de euros.

A empresa mantém uma expectativa otimista para 2019, mesmo com os sinais reduzidos de crescimento do mercado. Para o ano corrente fiscal, os novos pedidos devem variar entre 4,05 bilhões e 4,20 bilhões de euros, gerando uma receita de até 4,05 bilhões de euros. A Jungheinrich estima um EBIT entre 275 e 295 milhões de euros, bem próximo do objetivo estratégico de crescimento estabelecido para 2020.

O relatório anual de 2018 da Jungheinrich está disponível no site www.jungheinrich.com.


Sobre a Jungheinrich

A Jungheinrich é um dos líderes globais em soluções e gestão de armazenagem e fluxo de materiais. A empresa é uma das mais inovadoras, oferecendo a seus clientes consultoria e soluções de intralogística com um abrangente portfólio de empilhadeiras e sistemas automatizados de armazenagem. A Jungheinrich é uma empresa de capital aberto, e tem suas ações negociadas na bolsa alemã. Com sede em Hamburgo, a Jungheinrich é representada mundialmente em 40 países, e emprega 18.000 pessoas em todo o mundo.


Informações à imprensa

Porta-Voz Comunicação Estratégica
(11) 3871-3666
Leila Melo – leila.melo@portavoz.com.br – ramal 1006
Camila Vasconcellos – camila.vasconcellos@portavoz.com.br – ramal 1004